Ilustração, No. 110, Julho 16, 1930 - 26

Carregar na imagem para ver em tamanho 973 x 1503.

Artigo sobre a relação do pintor espanhol Goya e a duquesa de Alba, supostamente a inspiração para o célebre quadro “Maja Desnuda.”

“O citado autor do Voyage de Figaro en Espagne, que também a viu, pinta-a assim: ‘Na duquesa de Alba não há um só cabelo que não inspire desejos. Nada nu mundo há tão formoso como ela; seria impossível fazê-la melhor (Goya era decerto da mesma opinião) ainda que a mandassem fazer de encomenda. Quando ela passa tôda a gente assoma às janelas e até as crianças param de brincar.'”

Ilustração, No. 110, Julho 16, 1930 - 27

Carregar na imagem para ver em tamanho 985 x 1511.

Artigo sobre a relação do pintor espanhol Goya e a duquesa de Alba, supostamente a inspiração para o célebre quadro “Maja Desnuda.” Nas imagens, a duquesa de Alba, e a rainha Maria Luísa.

Anúncios

Lady, Nº 5, Fevereiro 1957 - 70

Carregar na imagem para ver em tamanho 913 x 1300.

Instruções para uma toalha para bandeja em crochê.

Lady, Nº 5, Fevereiro 1957 - 71

Carregar na imagem para ver em tamanho 906 x 1300.

Conclusão do artigo “Os problemas de uma mulher bonita”.

“A promiscuidade é perigosa para qualquer um. Virtualmente, nenhuma jovem transgedirá os ensinamentos religiosos e sociais sem a penalidade de uma duradoura e prejudicial sensação de culpa. Outrossim – como já mencionou várias vêzes o bispo Fulton J. Sheen – a experiência sexual ilícita é tão mesquinha, violenta e carregada de mêdo que criará um conceito errôneo sôbre a qualidade e o significado espiritual da relação entre marido e mulher.”

Lady, Nº 5, Fevereiro 1957 - 68

Carregar na imagem para ver em tamanho 921 x 1300.

Continuação do artigo “Nos silenciosos domínios de Osírios”, sobre relíquias egípcias. Sugestão de um bordado para um babete. Publicidade ao comércio na Rua Augusta, em S. Paulo.

“Havia uma profusão de cofres, todos vasculhados pelos ladrões, uns de alabastro, com gravações coloridas, outros de madeira, com ornatos de faiança azul e enfeites dourados. Lindas sandálias e vestes diversas, cobertas de pedrarias, foram encontradas no salão. Um dos vestidos estava enfeitado com 3.000 rosinhas de ouro. Um cofre belíssimo, com pinturas figurando caçadas e batalhas, revelava um senso artístico apuradíssimo. Viam-se três grandes caixões apoiados contra a parede do lado oeste.”

Lady, Nº 5, Fevereiro 1957 - 69

Carregar na imagem para ver em tamanho 904 x 1300.

Continuação do artigo “Nos silenciosos domínios de Osírios”, sobre relíquias egípcias.

“Como vemos pela admirável colecção de aderêço do jovem faraó da XVIII dinastia, os homens partilharam, por muito tempo, com as mulheres, o uso dos colares e berloques, revestidos a princípio tais enfeites masculinos de uma significação carismática inconfundível, mas exprimindo mais adiante um sentido psicólogo mui diverso.”

Lady, Nº 5, Fevereiro 1957 - 64

Carregar na imagem para ver em tamanho 920 x 1300.

Como fazer bolsas canguru para guardar sapatos, etc. Conselhos de costura, e para a casa.

“Remendar filó de cortinas ou mosquiteiros já um pouco gastos, parece difícil, pois a fazenda em volta do rasgão também já não é resistente. Facilite o trabalho, molhando bem em goma um retalho ou pedaço do filó a consertar, aplique-o sôbre o lugar defeituoso e passe com ferro bem quente. O remendo ficará quase invisível.”

Lady, Nº 5, Fevereiro 1957 - 64a

Lady, Nº 5, Fevereiro 1957 - 65

Carregar na imagem para ver em tamanho 921 x 1300.

Artigo sobre grafologia por Olga Mayo.

Ilustração, No. 110, Julho 16, 1930 - 18

Carregar na imagem para ver em tamanho 978 x 1512.

“Satanás Pede a Demissão”, novela por M. Martínez Feduchy, ilustrada por Tom (Tomás de Melo).

“No comêço da vida, o Bem e o Mal caminhavam de mãos dadas pelo mundo. Queriam-se entranhadamente. O Mal era moreno; o Bem loiro, oxigenado. Criados por Deus numa tarde de inspiração, foram ao princípio mensageiros dos seus dons; eram os próprios Deus que se perpetuariam naquele par.”

Ilustração, No. 110, Julho 16, 1930 - 19

Carregar na imagem para ver em tamanho 982 x 1513.

“Satanás Pede a Demissão”, novela por M. Martínez Feduchy, ilustrada por Tom (Tomás de Melo).

Ilustração, No. 110, Julho 16, 1930 - 16

Carregar na imagem para ver em tamanho 1668 x 2574.

A foto-reportagem “Três dias no paraíso, Cúria – Luso – Bussaco – Aveiro – Vale do Vouga – S. Pedro do Sul – Vouzela”, sobre uma excursão de Alexandre de Almeida e outros, ilustrada pelo fotógrafo H. de Novais e pelo caricaturista Tom (Tomás de Melo).

“Mata de São Jacinto. É paraíso, ainda, mas um paraíso com mesa posta e um banquete pantagruélico, petiscos caros da região, a caldeirada do peixe famoso da costa, um vinho saltitante, prodigioso, inspirador de poetas e enamorados. Ferro modernista sente o lirismo envolvente. Esquece Valery e Gomez de La Serna e lembra um último romântico, bem comido é certo, mas suspiroso e galante sob o olhar sêco e risonho de Augusto Pinto, a quem o dia não correrá bem. Até Frei Luís lhe chamaram, à sobremesa, ao pobre amigo!…”

Ilustração, No. 110, Julho 16, 1930 - 17

Carregar na imagem para ver em tamanho 989 x 1503.

A foto-reportagem “Três dias no paraíso, Cúria – Luso – Bussaco – Aveiro – Vale do Vouga – S. Pedro do Sul – Vouzela”, sobre uma excursão de Alexandre de Almeida e outros, ilustrada pelo fotógrafo H. de Novais e pelo caricaturista Tom (Tomás de Melo).