Ao Largo, Nº 270, Maio 1964 – 17

Ao Largo, Nº 270, Maio 1964 - 17

Revista amavelmente cedida por Margarida Marques. Carregar na imagem para ver em tamanho 900 x 993.

“Nós divertimo-nos e eles correm perigo”, artigo de Maria do Carmo Galiano Tacanho, sobre os riscos corridos pelos artistas da sétima arte durante as filmagens.

Nas fotos: os actores americanos Maureen O’Sullivan e John Weissmuller no filme “Tarzan”, e o actor francês Jean Marais.

“No caso de Jean Marais poder-se-ia dizer até que ele decretou passar a vida a iludir a morte.

Em ‘Orfeu’ saltou dum muro de cinco metros; em ‘O Capitão’ escalou uma torre, a pulso, enfrentando o perigo duma queda; em ‘Os Mistérios de Paris’ foi obrigado a saltar do telhado duma casa em chamas.

Por tudo isto, não devemos ver apenas em Jean Marais um artista de primeiro plano, mas um homem que, não sendo jovem, faz ‘milagres’ com a sua força física, absolutamente consciente do seu dever profissional.”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: