Panorama, No. 22, 1944 – 34, 35

Panorama, No. 22, 1944 - 34

Carregar na imagem para ver em tamanho 1000 x 1401.

Estampas religiosas do nosso povo marítimo, por Rogério Mendes.

Panorama, No. 22, 1944 - 34a

Carregar na imagem para ver em tamanho 879 x 1199.

“Outro sinal de que é mais intensa a religiosidade do povo marítimo – e que os maiores perigos que o ameaçam de certo modo justificam – está, por certo, na super-abundância de ‘ex-votos’, em que alguns dos nossos museus regionais (como o da Povoa do Varzim) são extraordinàriamente ricos.”

Panorama, No. 22, 1944 - 35

Carregar na imagem para ver em tamanho 1500 x 2218.

Estampas religiosas do nosso povo marítimo, por Rogério Mendes.

Na imagem, três “registos” consagrados à veneração de Nossa Senhora da Nazaré.

“O mais antigo processo – a xilogravura, ou gravura em madeira – foi o que deu feição mais diferenciadora a essa arte de sabor primitivo, porventura de inspiração autóctone, embora em muitas das espécies seja notória a influência erudita ou, até, a imitação e o decalque.”

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: