Lady, Nº 5, Fevereiro 1957 – 26, 27

Lady, Nº 5, Fevereiro 1957 - 26

Carregar na imagem para ver em tamanho 915 x 1300.

Artigo sobre a escultora brasileira Isabelle de la Sablière, que trabalhava o ferro para criar objectos que combinavam o estético e o funcional. Fotos de Georg Waschinski.

Na imagem: um carrinho de chá.

“Perguntei-lhe como chegara das artes plásticas e da pantomima ao artesanato do ferro. Respondeu-me que a ligação era lógica e natural.

‘Primeiro – disse ela – gosto de trabalhar o ferro porque responde a uma necessidade linear. Em seguida, sempre gostei de trabalhos manuais e criei muitos acessórios para as pantomimas de Decroux. Enfim, é possível desenhar com o ferro e a escultura de ferro aproxima-se da pantomima por querer também realizar a idéia do movimento. O ferro é maleável..”

Lady, Nº 5, Fevereiro 1957 - 27

Carregar na imagem para ver em tamanho 908 x 1300.

Artigo sobre a escultora brasileira Isabelle de la Sablière, que trabalhava o ferro para criar objectos que combinavam o estético e o funcional. Fotos de Georg Waschinski.

Nas imagens: a artista de maçarico em punho; um manequim; e uma poltrona.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: