Arquivo

Cinéfilo

Cinéfilo, No. 73, January 11 1930 - 20

Carregar na imagem para ver em tamanho 882 x 1262.

Notícias do cinema sonoro.

“Os ‘talkies’ acabam de abrir um novo campo à sua actividade: espalhar pelo mundo conferências de personalidades célebres. Actualmente, ouve-se em Nova York o famoso escritor inglês H.-C. Wells que, surgindo na tela, expõe as suas ideas sôbre a política geral, presente e futura. O êxito de tais experiências na América deve ser grande, pois não há país do mundo onde o género tenha mais amadores.”

Cinéfilo, No. 73, January 11 1930 - 21

Carregar na imagem para ver em tamanho 872 x 1259.

Os passatempos.

Cinéfilo, No. 73, January 11 1930 - 18

Carregar na imagem para ver em tamanho 886 x 1274.

Conclusão do artigo de W. S. van Dyke sobre a rodagem do filme “Trader Horn”, na África Central. Caricatura do actor Adoplhe Menjou, por Augusto Fraga. Publicidade aos filmes Paramount.

“De vez em quando, encontramos na selva um bom trecho de caminho arenoso, que ordinariamente conduz a um grupo de cabanas, onde alguns scientistas estão a fazer experiências com insectos africanos, como as moscas da doença do somno ou como o micróbio da febre amarela. Mais tarde, vamos alcançar o ponto onde se acham as estações da Fundação Rokefeller, e onde o scientista japonez Noguchi perdeu a vida quando fazia esforços para resolver o enigma da febere amarela.”

Cinéfilo, No. 73, January 11 1930 - 19

Carregar na imagem para ver em tamanho 889 x 1264.

Publicidade ao filme “Anna Karenina”.

Cinéfilo, No. 73, January 11 1930 - 16

Carregar na imagem para ver em tamanho 880 x 1260.

O comentário à música no cinema.

“Central. – mandrágora teve um comentário musical absolutamente no carácter do filme. Dukas, Pierné, Becker, Chausson, Debussy (cujas obras ocuparam lugar predominante na adaptação), Viardot, d’Indy, e outros, criaram, com a sua música, o ambiente estranho da fita. Bastaria isso para comprovar a felicidade do comentário lírico de Julio Canhão.

Capricietto, de Neuparth, acompanhou o documentário português.”

Cinéfilo, No. 73, January 11 1930 - 17

Carregar na imagem para ver em tamanho 867 x 1262.

O comentário à música no cinema.

“S. Luis. – A partitura da Outra Verdade, estreada a 3, foi um acontecimento importante no meio cine-musical.

Marc Roland escreveu um comentário, para o notável filme, de um alto valôr lírico. A sua música tem modernismo e beleza e exterioriza absolutamente a intenção do filme, talvez ás vezes com pronunciado exagero, se nos recordarmos do parcialismo como êle canta entusiasticamente, em gritos de triunfo, as vitórias alemãs e faz ouvir notas plangentes quando a sorte é propícia aos adversários.”

Cinéfilo, No. 73, January 11 1930 - 14

Carregar na imagem para ver em tamanho 888 x 1264.

Notícias curtas do cinema internacional. Na foto, a actriz Jenny Jugo, o encenador Hans Behrendt, e Enrico Benfer durante a rodagem de “A União dos Três”.

“Publicou-se na Austria a lei que eleva o termo dos direitos de autor de 30 a 50 anos após a morte daquele. Parece que semelhante decisão provocou o alarme nos meios interessados alemães. Os efeitos far-se hão sentir no que se relaciona com a indústria cinematográfica.”

Cinéfilo, No. 73, January 11 1930 - 15

Carregar na imagem para ver em tamanho 2197 x 1546.

Uma fotografia autografada pela actriz Gina Manès.

Cinéfilo, No. 73, January 11 1930 - 15a

Carregar na imagem para ver em tamanho 900 x 376.

Uma senha oferecida pela revista aos leitores, que lhes dá um desconto para uma ida ao cinema.

Cinéfilo, No. 73, January 11 1930 - 12

Carregar na imagem para ver em tamanho 882 x 1254.

Artigo de W. S. van Dyke sobre a rodagem do filme “Trader Horn”, na África Central. Na foto, John Gilbert e Greta Garbo em “Anna Karenina”.

“A nossa viagem tem sido interessantíssima. Descemos pelo rio desde Panyamur, vendo em todo o trajecto milhares de viscosos crocodilos e centenas de hipopótamos que perambulam pelos afluentes do Nilo. Noite e noites viamos os crocodilos mergulhar perto da praia e ouviamos os mugidos dos hipopótamos a surgirem da agua, num barulho horrivel. Os crocodilos gostam da carne humana, e assim é que ficamos arrepiados vendo-os ganhar a terra. Os hipopótamos não comem gente, mas com facilidade se metem nos acampamentos.”

Cinéfilo, No. 73, January 11 1930 - 13

Carregar na imagem para ver em tamanho 875 x 1256.

Notícias curtas do cinema internacional, nomeadamente o obituário do realizador francês Jean Manoussin.

“Introduziram-se reformas no seio da censura cinematográfica alemã, e em que se aplicaram votos do Congresso Internacional Católico da Cinematografia (…) Uma das novas medidas, agora decretadas, é a de que da comissão de censura apenas poderão fazer parte personalidades pertencentes aos quadros pedagógicos e artísticos reconhecidos pelo Estado.”

Cinéfilo, No. 73, January 11 1930 - 10

Carregar na imagem para ver em tamanho 874 x 1253.

Curta biografia da actriz americana Sue Carol. Na foto, Sue no filme “As Barbas do Sultão”, com Douglas MacLean.

Cinéfilo, No. 73, January 11 1930 - 11

Carregar na imagem para ver em tamanho 869 x 1256.

Curta biografia da actriz americana Sue Carol. A iniciativa do Cinéfilo, de oferecer senhas com desconto para o cinema, decorreu com êxito, apesar de alguns percalços. Na imagem, o encenador brasileiro João Milva.