Arquivo

Ilustração Portugueza

Ilustração Portugueza, nº472, 1915 - 12

Carregar na imagem para ver em tamanho 994 x 1500.

Artigo sobre as inovações no ballet russo. Nas imagens, os bailarinos Mikail Fokine, Vera Fokina e Thamar Karsavina.

Ilustração Portugueza, nº472, 1915 - 13

Carregar na imagem para ver em tamanho 988 x 1500.

Notícias da guerra. Nas imagens: um soldado argelino e o seu cavalo, e um acampamento de tropas australianas junto às pirâmides do Egipto.

Ilustração Portugueza, nº472, 1915 - 10

Carregar na imagem para ver em tamanho 992 x 1500.

Foto-reportagem Benoliel sobre um casamento judaico.

Ilustração Portugueza, nº472, 1915 - 11

Carregar na imagem para ver em tamanho 992 x 1500.

Artigo sobre as inovações no ballet russo. Nas imagens, os bailarinos Vera Fokina e Thamar Karsavina.

“Já não lhe satisfaz a dança de feição mais ou menos hieratica, nem os bailes populares, nem os bailados que aliviam os quadros mais pungentes das operas. Toda a sua atenção converge para a dança-drama, cujo genero se está expandindo extraordinariamente.

E, para isso, a Russia, comquanto se sirva muito das tradições do Caucasso e do Oriente, vae sobretudo beber ás copiosissimas e inexgotaveis fontes gregas.”

Ilustração Portugueza, nº472, 1915 - 8

Carregar na imagem para ver em tamanho 996 x 1500.

Foto-reportagem Benoliel.

“Como o governo impedisse pela força armada a reunião do parlamento no seu palácio, marcada para o dia 4, alegando que as suas funções haviam caducado, o congresso reuniu, no mesmo dia, em maioria no Paço da Mitra a Santo Antão do Tojal, convertido em escola primaria, resolvendo negar validade a todos os atos ditatoriaes do governo.”

Ilustração Portugueza, nº472, 1915 - 9

Carregar na imagem para ver em tamanho 992 x 1500.

“Prece de Mãe”, poema de guerra dedicado às mães portuguesas, por Alfredo Portugal, ilustrado por Stuart de Carvalhais.

Ilustração Portugueza, nº472, 1915 - 6

Carregar na imagem para ver em tamanho 994 x 1500.

Foto-reportagem Benoliel. O governo reestabelece o direito ao voto dos oficiais do exército e da armada. Nas imagens, oficiais de terra e mar numa manifestação de agradecimento ao governo.

Ilustração Portugueza, nº472, 1915 - 7

Carregar na imagem para ver em tamanho 988 x 1500.

No obituário dá-se especial destaque ao assassínio do deputado pelo Porto, Henrique dos Santos Cardoso.

A actriz Leonor Faria, da companhia do Teatro de S. Carlos. Manuel Alves, soldado voluntário no exército francês. O fotógrafo do Porto, António Beleza.

Exercícios do pelotão de estafetas da Sociedade Militar Preparatória nº 1.

Ilustração Portugueza, nº472, 1915 - 2

Carregar na imagem para ver em tamanho 994 x 1500.

A crónica de Júlio Dantas, ilustrada por Manuel Gustavo Bordalo Pinheiro.

No país, sucedem-se os atentados políticos; a crítica à moda feminina; a Alemanha bloqueia a Inglaterra; e Antero de Figueiredo publica a 2ª edição da novela “Doida de Amor”.

“Pergunta-me o que penso da moda atual. As modas são como as mulheres, minha querida amiga: Já se disse d’elas todo o mal que havia a dizer. Como Gabriella Dorziat, a ilustre atriz franceza do ‘the right dress in the right place’, julgo que a moda atual é ‘garçonnière’ de mais; que, quando se decide a ser feminina, o é com um paroxismo doentio e uma impertinência visinha da impudência; que os vestidos modernos, exiguos, sucintos, levissimos, quasi imateriaes, vestidos que se fazem com 0,75 de estofo e cabem dentro de um regalo, constituem, em materia de pudor, um diminuitivo muitíssimo interessante quando se observa na mulher dos outros.”

Ilustração Portugueza, nº472, 1915 - 3

Carregar na imagem para ver em tamanho 994 x 1500.

“Carta de Longe”, conto de guerra por João Grave, ilustrado por Hipólito Colomb.

Ilustração Portugueza, No. 470, February 22 1915 - 33

Carregar na imagem para ver em tamanho 871 x 1300.

Publicidade ao Pó de Abyssinia Exibard, aos mosaicos Goarmon, à Perfumaria Rosa de Ouro, ao Xarope Gayal, à agência de viagens Anibal Marques de Sousa, à Companhia do Papel do Prado, e às espingardas e cartuchos Remington UMC.

Ilustração Portugueza, No. 470, February 22 1915 - 33a

Ilustração Portugueza, No. 470, February 22 1915 - back cover

Carregar na imagem para ver em tamanho 1065 x 1600.

Na contra-capa, publicidade ao Xarope Gayal.

Ilustração Portugueza, No. 470, February 22 1915 - back cover a

“Por estas noites gélidas de fevereiro, se, ao regressar a casa, vos sentis roucos ou se tussis tomae uma colher de

Xarope Gayal

Tereis uma noite tranquila e prevenireis a bronquite”

Ilustração Portugueza, No. 470, February 22 1915 - 31

Carregar na imagem para ver em tamanho 1540 x 2294.

O obituário, com destaque para a morte do actor João Gil.

Nas novidades literárias, António de Oliveira publica a peça-poema “Paz Bendita”, sobre a guerra na Europa, que foi levada à cena em Bragança numa récita em benefício da Cruz Vermelha; e Mota Cabral prepara um novo livro de versos, “Poentes de Ideal”.

O casamento de Ester Gil Duarte e João Vicente Sampaio, gravador da oficina de fotogravura da Ilustração Portuguesa (foto Benoliel).

Ilustração Portugueza, No. 470, February 22 1915 - 32

Carregar na imagem para ver em tamanho 1542 x 2309.

No teatro, passava “Amor à Antiga”, de Augusto de Castro, uma reprise no Teatro Nacional.

Nas ilustrações de Hipólito Colomb, os actores: Joaquim Costa, Albertina de Oliveira, Lucinda do Carmo, Augusto de Melo, e Inácio Peixoto.

Ilustração Portugueza, No. 470, February 22 1915 - 32b

Ilustração Portugueza, No. 470, February 22 1915 - 32a

Ilustração Portugueza, No. 470, February 22 1915 - 29

Carregar na imagem para ver em tamanho 1001 x 1500.

Artigo sobre a instituição de beneficência infantil Benfim Beneficente, na freguesia do Bonfim, no Porto.

Nas imagens: crianças que puderam tomar banho graças à instituição; a direcção do Bonfim.

Ilustração Portugueza, No. 470, February 22 1915 - 29a

Carregar na imagem para ver em tamanho 649 x 479.

Ilustração Portugueza, No. 470, February 22 1915 - 30

Carregar na imagem para ver em tamanho 1540 x 2305.

Dá-se a recepção do presidente da República no Palácio de Catete, no dia de Ano Novo no Rio de Janeiro, com a comparência de diplomatas e membros do clero.

Foto Benoliel da visita dos alunos do Instituto Superior Técnico às oficinas do Século, onde foram recebidos pelo inspector João Pereira da Rosa.

Ilustração Portugueza, No. 470, February 22 1915 - 30a

Info-pub à casa de roupas Fonseca e Fonseca, vendo-se nas ovais os proprietários, Virgílio e Bernardino Rodrigues da Fonseca.