Archive

Tag Archives: 1918

Modas e Bordados, Nº 3182, Janeiro 31 1973 - 8

Carregar na imagem para ver em tamanho 1731 x 1188.

A História da concessão do direito de voto às mulheres em vários países do mundo, por Laura Lopes.

“É curioso destacar o caso da Grâ-Bretanha, onde em fins do século passado as mulheres realizaram grandes lutas pelo seu direito ao voto (as chamadas sufragistas). Em 1869 as mulheres conquistaram o direito de votar nos concelhos municipais, em 1880 nos condados e em 1907 passaram a poder ser eleitas para vereadores dos concelhos municipais. E adquieiram o direito de voto na generalidade em 1918.”

A moda.

Modas e Bordados, Nº 3182, Janeiro 31 1973 - 9

Carregar na imagem para ver em tamanho 1734 x 1188.

A moda, com publicidade aos fios Sigacril Tricots de Gouveia.

Ilustração Portugueza, Nº 671, Dezembro 30 1918 - capa

Carregar na imagem para ver em tamanho 1000 x 1495.

Na capa, foto A. Franco do funeral de Sidónio Pais.

“A urna, ao ser colocada no armão pelos oficiaes revolucionarios de 5 de dezembro, que a haviam transportado da camara ardente, armada nos Paços do Concelho. Ao lado vêem-se as creancinhas vestidas de anjo, por iniciativa do sr. Eduardo O’neill Baptista, sendo uma d’elas vestida pela Situação e outra pelo Tempo. (…)

Ao leitor: Depois de lida a ‘Ilustração Portugueza’, envial-a á Junta Patriotica do Norte (Paços do Concelho – Porto) para esta a fazer chegar aos nossos soldados do ‘front'”

Ilustração Portugueza, Abril 29 1918 - 22

Carregar na imagem para ver em tamanho 1000 x 1504.

Artigo sobre o ex-governador de Moçambique e antigo ministro da Justiça, Álvaro de Castro, que renunciou ao cargo após a revolução de 5 de Dezembro.

Nas imagens, a sua estadia no Funchal (Ilha da Madeira) quando aí fez escala durante o seu regresso a Lisboa a bordo do vapor Beira.

Primeiros cabos da primeira companhia do batalhão de artilharia de guarnição, destacados no Funchal.

Ilustração Portugueza, Abril 29 1918 - 21

Carregar na imagem para ver em tamanho 1000 x 1477.

A guerra em África.

Nas imagens do oficial do exército Jorge Xavier de Brito, tiradas em Mocimboa da Praia, Moçambique: o comandante da coluna de penetração e o capitão Curado; oficiais aguardam a chegada do capitão; os alferes da administração militar, Matos Rodrigues e José Rebelo de Magalhães; a data de água; e locais preparam um novo estacionamento.

“Mocimboa da Praia continua sendo a base das operações das tropas portuguezas que lutam no norte da província de Moçambique. (…) N’esta pagina deixa a Ilustração Portugueza arquivados alguns aspétos da recèção feita ao capitão Curado, depois do seu cativeiro entre os alemães que o haviam feito prisioneiro depois da sua heroica resistencia, com um punhado de bravos, na serra de M’Kula, que só cederam perante a esmagadora superioridade numerica dos soldados adversarios. (…) O capitão Curado regressou a Lisboa a bordo do Beira.”