Arquivo

Tag Archives: 1968

Menina e Moça, Nº 237, Junho 1968, Nº 125, Novembro 1969 e Nº 152, Setembro 1960, Namoro

Carregar na imagem para ver em tamanho 1000 x 1419.

Do livro Mocidade Portugueza Feminina por Irene Flunser Pimentel, publicado por A Esfera dos Livros, 2007.

“No ano de 1958, a M&M multiplicou os conselhos sobre flirt e namoro, bem como os alertas às jovens para que não vissem um pretendente em cada rapaz e tivessem consciência de que muitos queriam ‘namorar por vezes e não casar’. Alertava-se as raparigas a não serem levianas, frívolas e ‘provocadoras’, pois assim eram responsáveis pelos atrevimentos dos rapazes.”

Anúncios

Banquete, Nº 106, Dezembro 1968 - 14

Carregar na imagem para ver em tamanho 1746 x 1233. Revista amavelmente cedida por Margarida Marques.

Índice do Banquete, do nº 95 ao nº 106.

Publicidade à máquina de lavar louça Kenwood.

Banquete, Nº 106, Dezembro 1968 - 15

Carregar na imagem para ver em tamanho 1755 x 1233.

Publicidade ao Gazcidla, da Moçacor Distribuidora de Combustíveis Moçacor de Lourenço Marques, e da Angol, Sociedade Portuguesa de Exploração de Petróleos de Angola; ao chocolate Belleville da Favorita; e ao fiambre da Aveirense.

Banquete, Nº 106, Dezembro 1968 - 15a

Carregar na imagem para ver em tamanho 708 x 1000.

Banquete, Nº 106, Dezembro 1968 - 12

Carregar na imagem para ver em tamanho 1755 x 1233. Revista amavelmente cedida por Margarida Marques.

Conclusão de vários artigos.

Coelho com Crosta, Empadas Folhadas com Salsicha, Conversas, Glacé Real, Pastéis de Amêndoas, Brioche Recheado com Foie-Gras Trufado, Ananás Afrancesado, Bolo-Rei, Torta de natal, e Mailanderli.

As soluções do passatempo Portamix.

Publicidade ao porto Taylor’s.

Banquete, Nº 106, Dezembro 1968 - 12a

Carregar na imagem para ver em tamanho 761 x 2164.

Banquete, Nº 106, Dezembro 1968 - 13

Carregar na imagem para ver em tamanho 1755 x 1236.

Índice do Banquete, do nº 95 ao nº 106.

Banquete, Nº 106, Dezembro 1968 - 10

Carregar na imagem para ver em tamanho 876 x 1316. Revista amavelmente cedida por Margarida Marques.

Como organizar uma refeição volante, e decorar um bolo com motivo de estrela para uma criança.

Banquete, Nº 106, Dezembro 1968 - 11

Carregar na imagem para ver em tamanho 1764 x 1230.

Como decorar a casa no Natal.

“Um ou dois búzios, ou, na sua falta, conchas ou pedaços de rochas marinhas, devem ser colocadas na base do arranjo. Tudo isto deve ser armado numa forma de bolo, prateada, onde prèviamente se colocou o suporte de picos e se fixaram as flores.”

Banquete, Nº 106, Dezembro 1968 - 8

Carregar na imagem para ver em tamanho 1767 x 1233. Revista amavelmente cedida por Margarida Marques.

Banquete, Nº 106, Dezembro 1968 - 8a

Receitas para quando há convidados: Pequenos Choux de Presunto, Bacalhau à Florentina, Morgados, e Medalhões de Vitela Favoritos.

Banquete, Nº 106, Dezembro 1968 - 9

Carregar na imagem para ver em tamanho 1754 x 1232.

Receitas para quando há convidados: Trutas Salmonadas em Aspic, Canja à Moda Antiga, Mousse de Castanha e Chocolate Enformada, e Patos com Ananás.

Prendas que se podem fazer em casa para o Natal.

“Compre uma tira de estopa com 0,90 cm. + 0,20 cm., corte-o ao meio, debrue as tiras com riscado de quadradinhos, aplique uma grega de cor constrante e una as duas tiras, cosendo-as numa argola de madeira. Verá a grande utilidade que tem este arruma-tabuleiro.”

Banquete, Nº 106, Dezembro 1968 - 6

Carregar na imagem para ver em tamanho 1172 x 1230. Revista amavelmente cedida por Margarida Marques.

Receitas para uma passagem de ano a dois: Croquetes de Camarão, Perdiz Estufada com Nozes, Brioche Recheada com Foie-Gras Rrufado, e Jesuítas com Molho de Chocolate. Lições de culinária.

“Durante a cozedura, a peça deve ser pincelada com gordura derretida. Há quem utilize a gordura que vai caíndo no tabuleiro, a qual se vai misturando com o suco da peça. No entanto, tal procedimento é incorrecto. Tradicionalmente, o assado nunca deve ser regado com qualquer líquido, além da gordura que se escolheu, a qual, de preferência, vai sendo renovada, isto é, não aproveitando, como se disse, a que caiu para a assadeira.”

Banquete, Nº 106, Dezembro 1968 - 7

Carregar na imagem para ver em tamanho 1760 x 1234.

Info-pub ao Hotel Alvor, com uma entrevista ao chefe Joaquim de Oliveira, e receitas: Pescada à Três Irmãos, Peito de Frango na Cataplana, Alvor Hotel Cocktail, e Alvor Cooler Long Drink.

“Alvor Hotel ‘Cocktail’

1 parte de vodka
1 parte de Dubonnet
1/5 de parte de Campari

Decora-se com uma casca de laranja e serve-se com gelo.”

Banquete, Nº 106, Dezembro 1968 - 4

Carregar na imagem para ver em tamanho 1749 x 1233. Revista amavelmente cedida por Margarida Marques.

Costumes e factos sobre os pratos natalícios, por Judite Navarro.

Receitas de castanhas: Puré de Castanha, Pudim de Natal, Tronco de Castanhas, Doce de Castanhas, e Pudim de Castanhas à Lionesa.

“Doce de castanhas 1,5 kg. de castanhas 700 gr. de açúcar 1 vagem de baunilha 1 copo de água 2,5 dl. de nata Golpeie as castanhas para serem cozidas, mas convém exagerar o golpe para melhor as descascar. Coza-as cobertas de água com sal e uma mão cheia de farinha para ficarem mais claras. À parte, ferva o açúcar com água e baunilha, até começar a fazer ponto de fio. Nessa altura junte as castanhas descascadas e deixe ferver mais 5 ou 10 minutos, para tomarem o gosto da calda. Sirva o doce numa taça ou compoteira, acompanhada com nata apresentada à parte.”

Banquete, Nº 106, Dezembro 1968 - 5

Carregar na imagem para ver em tamanho 1767 x 1239.

Receitas tradicionais portuguesas: Broas de Mel, Perú Assado à Portuguesa, Empadas de Perú, Mexidos ou Formigos, Sonhos Doces de Abóbora, Broinhas de Coco, e Bolo-Rei.

“Broas de Mel

500 gr. de farinha
500 gr. de açúcar
125 gr. de manteiga
125 gr. de banha
Raspa de 1 limão
2 colheres das de sopa de mel
2 colheres das de sopa de canela
3 ovos
1 colher das de chá de bicarbonato de soda

Amassa-se tudo e tendem-se as broas. Cozem-se no forno sobre tabuleiros untados e enfarinhados e passam-se, em quentes, por açúcar baunilhado.”

Banquete, Nº 106, Dezembro 1968 - 2

Carregar na imagem para ver em tamanho 1161 x 800. Revista amavelmente cedida por Margarida Marques.

Publicidade aos fogões Presmalt.

O editorial por Maria Emília Cancella de Abreu, sobre as tradições culinárias do Natal.

“O uso dos restaurantes no dia de Natal vem condenar a festa na sua essência tradicional. A refeição em público perde o seu cunho próprio e deixa de ser festa de natal. Compreendemos que a utilização de um restaurante poupa muito trabalho à dona de casa, esforço que muitas consideram inútil, mas que não está de acordo com a nossa opinião. Na província, graças a Deus, o Natal ainda é festejado na ‘íntegra’, provando-nos que, onde se vive verdadeiramente em família, existe a festa de Natal.”

Banquete, Nº 106, Dezembro 1968 - 3

Carregar na imagem para ver em tamanho 1764 x 1233.

Receitas que poupam tempo: Cornucópias de Marisco, Tarteletes com Lulas de Caldeirada, Tarte de Lamego, Massa Folhada Rápida, Massa Folhada Clássica, Coelho com Crosta, Empadas Folhadas com Salsichas, Conversas, e Pastéis de Amêndoa.

“‘Tarte’ de Lamego

1 receita de massa folhada rápida
6 gemas e 3 ovos
500 gr. de açúcar
150 gr. de miolo de amêndoa

Escaldar as amêndoas para as despelar e, depois, passá-las na máquina própria.

Pôr o açúcar ao lume juntamente com 1 copo de água, até fazer ponto de bola, mole, deixar arrefecer e juntar o miolo de amêndoa e as gemas prèviamente batidas com os ovos inteiros. Deitar o preparado dentro da forma de tarte já forrada com uma fina camada de massa e levar ao forno para cozer e corar ligeiramente.”