Arquivo

Tag Archives: 1969

Menina e Moça, Nº 237, Junho 1968, Nº 125, Novembro 1969 e Nº 152, Setembro 1960, Namoro

Carregar na imagem para ver em tamanho 1000 x 1419.

Do livro Mocidade Portugueza Feminina por Irene Flunser Pimentel, publicado por A Esfera dos Livros, 2007.

“No ano de 1958, a M&M multiplicou os conselhos sobre flirt e namoro, bem como os alertas às jovens para que não vissem um pretendente em cada rapaz e tivessem consciência de que muitos queriam ‘namorar por vezes e não casar’. Alertava-se as raparigas a não serem levianas, frívolas e ‘provocadoras’, pois assim eram responsáveis pelos atrevimentos dos rapazes.”

Banquete, Nº 112, Junho 1969 - 16

Carregar na imagem para ver em tamanho 1600 x 1132. Revista amavelmente cedida por Margarida Marques.

Publicidade ao Gazcidla da Moçacor (Moçambique) e da Angol (Angola), ao chocolate culinário Belleville da Favorita, e aos esquentadores CEL a Gazcidla da Construtora de Esquentadores.

Banquete, Nº 112, Junho 1969 - 17

Carregar na imagem para ver em tamanho 1600 x 1132.

Publicidade à máquina de lavar louça e outros electrodomésticos Kenwood, e ao Café Puro.

Banquete, Nº 112, Junho 1969 - 17a

“Para cada chávena são necessários 10 a 12 gramas de café recentemente torrado e moído na ocasião, ou uma colher de sobremesa bem cheia.”

Banquete, Nº 112, Junho 1969 - 14

Carregar na imagem para ver em tamanho 1600 x 1126. Revista amavelmente cedida por Margarida Marques.

Lombos de Linguado Palácio, Coroa de Merengues com Morangos, Salada de Agora, e Faisão à Alcântara. Conselhos de culinária.

A correspondência com as leitoras: Torrão Crocante, Guirlache de Zaragoza, e Pudim de Cerejas.

“Guirlache de Zaragoza

1 kg. de amêndoa picada

1 kg. de açúcar

Põe-se tudo junto num tacho até que o açúcar se misture com a amêndoa, sem deixar de mexer. Conhece-se que está pronto quando a mistura tiver muito brilho e dourado, o que acontecerá quando a amêndoa estiver tostada e o açúcar dissolvido.

Retira-se para a pedra, estende-se com o rolo, borrifa-se com anises cobertos e com a faca corta-se às fatias que se envolverão em papel alinhado.”

Banquete, Nº 112, Junho 1969 - 15

Carregar na imagem para ver em tamanho 1600 x 1130.

Conclusão de vários artigos com receitas.

Publicidade ao Century Port J. H. Andresen; ao Incing Sugar Hornung da Refinaria do Ultramar; e ao limpa-fogões Leenoff.

Banquete, Nº 112, Junho 1969 - 15a

Banquete, Nº 112, Junho 1969 - 12

Carregar na imagem para ver em tamanho 1600 x 1123. Revista amavelmente cedida por Margarida Marques.

Petiscos tradicionais: Empadonas de Fígado, Ervilhas Tortas Guisadas com Presunto, Pão-de-Ló de Margaride, Cabelos, e Especialidades do Porto.

“Pão-de-Ló de Margaride

300 gr. de farinha de trigo

20 ovos

500 gr. de açúcar

5 dl. de ovos-moles (facultativo)

Batem-se os ovos com o açúcar durante meia hora sem parar.

Junta-se a farinha, a pouco e pouco, e bate-se também durante meia hora. Vai a cozer em forno moderado numa forma de cano forrada de papel. Desenforma-se ao saír do forno. Se servir de sobremesa, retira-se o papel e cobre-se com ovos-moles.”

Banquete, Nº 112, Junho 1969 - 13

Carregar na imagem para ver em tamanho 1600 x 1129.

Como fazer a decoração do Bolo Fantasia.

Conselhos para ovos.

“Sabia que a casca do ovo sendo porosa dá azo a que se aromatizem ovos crus, seja com trufas, com hortelã, com cebola, alho, coentro ou com quaisquer outros aromas?

Para tal, meta os ovos durante 24 horas num recipiente hermèticamente fechado junto com o aroma desejado. Obterá ovos estrelados, mexidos ou omeletas com o paladar escolhido.”

Banquete, Nº 112, Junho 1969 - 10

Carregar na imagem para ver em tamanho 1600 x 1128. Revista amavelmente cedida por Margarida Marques.

Receitas de cogumelos: Conserva de Cogumelos, Cogumelos à Camponesa, Crepes Colette, e Boeuf Strogonof.

Banquete, Nº 112, Junho 1969 - 10a

“Foi em França, no princípio do século XVIII, que se começaram a cultivar cogumelos e, em 1824, dois membros do Instituto Pasteur, Constantin e Matruchot, estabeleceram definitivamente as regras para a cultura deste vegetal.”

Banquete, Nº 112, Junho 1969 - 11

Carregar na imagem para ver em tamanho 1600 x 1127.

O governo italiano dá o diploma de Estrela de Mérito no Trabalho a Hugo Carlevaris, director do restaurante do Hotel Polana, em Lourenço Marques, Moçambique.

Bebidas frias: Cup Clássico, Champagne-Cup, e Clarete-Cup.

“A origem do nome ‘cup’ provém do facto de esta bebida ser preparada numa ‘cup’ que, em inglês, quer dizer taça grande, de metal ou de cristal, onde se deita uma mistura de vinhos e licores, com frutos da época.”

Banquete, Nº 112, Junho 1969 - 8

Carregar na imagem para ver em tamanho 1600 x 1114. Revista amavelmente cedida por Margarida Marques.

Ginjas Conservadas em Vinagre, Refresco de Limão, e Compota de Morangos. Receitas com morangos: Tarte, Pirâmide, à Camponesa, e Taças de Geleia de Morango e Ananás.

“Ginjas Conservadas em Vinagre

Ginja garrafal q. b. para encher 4 boiões

2 copos de vinagre de estragão, aproximadamente

4 colheres das de sopa de açúcar em pó

Corte o pé às ginjas, lave-as, enxugue-as e deite-as nos boiões. Polvilhe com o açúcar e preencha com o vinagre de estragão.

Guarde durante dois meses e sirva como condimento de carne ou ave, assadas, ou ,então, com certos ‘cocktails’ que requerem ginjas ou cerejas a guarnecer os copos.”

Banquete, Nº 112, Junho 1969 - 9

Carregar na imagem para ver em tamanho 1600 x 11107.

Receitas para quando há convidados: Creme de Espargos, Lombos de Linguado Palácio com Puré Cor-de-Rosa, Faisão à Alcântara, Salada de Agora, e Coroa de Merengues com Morangos.

Banquete, Nº 112, Junho 1969 - 6

Carregar na imagem para ver em tamanho 1600 x 1123. Revista amavelmente cedida por Margarida Marques.

Receitas rápidas: Ovos Recheados com Cogumelos; Cogumelos Recheados com Ovos; Torradas com Cogumelos e Queijo; Charlotte de Cerejas; Trufas de Chocolate com Cerejas; e Taças de Chantilly à Marialva.

Banquete, Nº 112, Junho 1969 - 7

Carregar na imagem para ver em tamanho 1600 x 11108.

Maria Amélia de Sousa Dias ensina a cozer em água e em vapor.

Artigo sobre a visita de dois gastrónomos belgas, Robert Gaffard (perito em vinhos) e Jacques Kother (fundador da revista Nouveau Gourmet).

Banquete, Nº 112, Junho 1969 - 4

Carregar na imagem para ver em tamanho 1600 x 1121. Revista amavelmente cedida por Margarida Marques.

Artigo de Judite Navarro sobre o costume do “Prato do meio”, nome que era dado aos enfeites e decorações da sala dos banquetes reais.

“No jantar dado por Carlos V, rei de França, ao imperador da Alemanha, Carlos IV, em 1337, surgiu na sala do banquete um navio com os seus mastros, cordas, velas, e bandeiras com as armas de Jerusalém. No convés via-se Godofredo de Bulhões acompanhado de outros cavaleiros armados. O navio, segundo a descrição da época, veio até ao meio da sala, sem que se visse o mecanismo que o movia e, pouco depois, seguia-se o aparecimento da cidade de Jerusalém com as suas torres cheias de sarracenos. O navio aproximou-se e os cristãos desembarcaram, simulando um ataque que os sitiados procuravam repelir com valentia. Mas, por fim, a cidade foi tomada.”

Pratos Vegetarianos: Fundos de Alcachofras com Queijo, Puré de Batata com Ervilhas, e Pudim de Legumes.

Banquete, Nº 112, Junho 1969 - 5

Carregar na imagem para ver em tamanho 1600 x 1118.

Artigo de Maria Francisco (condessa de Penha Garcia) sobre a “Obra das Mães”, surgida em Agosto de 1936 com o apoio do Ministério da Educação Nacional, quando se dava efectivação a um primeiro plano de medidas sociais e educativas tendentes à elevação do nível da vida da família.

Nas imagens: a aula de trabalhos manuais, em que se confeccionam jogos e brinquedos; curso de gestão agrícola; a classe masculina e a feminina de trabalhos manuais; e em Malanje, aulas de higiene e de culinária.

“Nos seus 10 anos de trabalho, formou 376 alunas, pois a capacidade das instalações (o Curso tem de ser tirado em regime de internato) apenas comporta 38 alunas, o que aliás permite agradável vida, como em família, a essas jovens, em acolhedor ambiente, na Quinta de Tenões. É uma pequena colmeia onde se preparam as futuras trabalhadoras do meio rural.”

Banquete, Nº 112, Junho 1969 - 2

Carregar na imagem para ver em tamanho 1600 x 1118. Revista amavelmente cedida por Margarida Marques.

Publicidade ao fiambre Corôa da Aveirense, ao Scotch Whisky Highland Queen, e ao Gazcidla.

A ficha técnica e o sumário.

Banquete, Nº 112, Junho 1969 - 3

Carregar na imagem para ver em tamanho 1600 x 1120.

Publicidade aos fogões Presmalt.

O editorial por Maria Emília Cancella de Abreu, sobre a arte de bem servir o vinho à mesa.

“Quando hoje entramos na sala de jantar de um hotel ou de um restaurante de luxo e nos sentamos à mesa, logo vem ter o sommelier, de medalhão de prata suspenso ao pescoço por complicado colar. É do catitismo nacional chamar ao homem um nome francês, como se não dispuséssemos de termo secularmente consagrado em documentos e na melhor prosa dos clássicos. Mas temos, e desde os alvores da Monarquia: é o Escanção. Perdeu-se a palavra, no uso corrente, desde há muito, como tantas outras o têm injustamente perdido na enxurrada lexicológica estrangeira que por todos os lados nos tem invadido os dicionários e a fala.”