Arquivo

Tag Archives: tauromaquia

Século Ilustrado, No. 486, April 26 1947 - 15

Carregar na imagem para ver em tamanho 1100 x 1528.

Publicidade ao pó de talco para bébé de M.me Campos; ao after-shave Embryderme; e ao Tampax.

A tauromaquia, por Pepe Luís. Na foto, o criador Artur Ervideira.

Século Ilustrado, No. 486, April 26 1947 - 15a

Carregar na imagem para ver em tamanho 822 x 1086.

“Foi na Primavera de 1847 que começou a feira de Sevilha, que, no decorrer dos anos, se converteu num esplendoroso espactáculo de policromia e graça, em que os olhos e ouvidos dos forasteiros se inundam de côr, beleza, majestade e de vibrante e doce musicalidade, e, tudo isto, sob a vigilância da Giralda ‘mora y cristiara’, esbelta e dominadora, que espalha a luz da sua graçapor toda a campina sevilhana, através da qual serpenteia o alegre e cristalino Guadalquivir.

Foi pelas bandas de 1847 que a rainha Isabel II, inspirada pela ideia de dois grandes sevilhanos, D. Narciso Bonaplata e D. José Ibarra, instituiu uma feira anual de gados, que teria a sua efectivação na segunda quinzena de Abril, e nunca mas o entusiasmo deixou de reinar na capital da Andaluzia, durante aqueles dias destivos de Primavera, alcançando a feira uma projecção universal de extraordinária personalidade.”

Anúncios

Século Ilustrado, No. 514, November 8 1947 - 16

Carregar na imagem para ver em tamanho 1122 x 1577.

A toureira peruana Conchita Cintron.

O prof. Picard conduz uma expedição aos grandes fundos submarinos, auxiliado pelo tenente de marinha Jacques Cousteau e o seu assistente, Tailles.

Século Ilustrado, No. 514, November 8 1947 - 16a

Carregar na imagem para ver em tamanho 964 x 700.

“Agora, Cousteau vai ter ocasião de descer aos 4.500 metros de profundidade, que Picard se propõe atingir e aí terá ocasião de aplicar toda a sua ciência cinematográfica e a sua vocação de explorador.”

Ilustração Portugueza, No. 543, July 17 1916 - 4

Revista amavelmente cedida por T do blogue Dias que Voam. Carregar na imagem para ver em tamanho 1535 x 2300.

“Os Naufragos da Heron”, conto de Floreano, ilustrado por Stuart de Carvalhais.

Ilustração Portugueza, No. 543, July 17 1916 - 5

Revista amavelmente cedida por T do blogue Dias que Voam. Carregar na imagem para ver em tamanho 1000 x 1523.

Foto-reportagem Benoliel da actuação do toureiro Gallito na praça de touros do Campo Pequeno.

Ilustração Portugueza, No. 541, July 3 1916 - 16

Revista amavelmente cedida por T do blogue Dias que Voam. Carregar na imagem para ver em tamanho 1000 x 1490.

J. Segurado, empresário das praças de touros do Campo Pequeno e de Algés, contrata o matador José Gomez Gallito, também conhecido como Joselito “El Sabio”, para actuar na praça do Campo Pequeno em Lisboa.

Nas imagens: el Gallito em várias das suas actuações; e o empresário.

Ilustração Portugueza, No. 541, July 3 1916 - 2

Revista amavelmente cedida por T do blogue Dias que Voam. Carregar na imagem para ver em tamanho 1545 x 2275.

Crónica de Acácio de Paiva, ilustrada por Hipólito Colomb.

Um jornalista da publicação espanhola A B C fica alarmado com a presença de tropas portuguesas junto à linha férrea de Lisboa a Badajós; elogios ao acampamento de Tancos, onde os soldados portugueses eram treinados para a guerra; tem grande êxito a tragédia “Pedro, o Cruel”, de Marcelino Mesquita; e começa a época das romarias. A redacção anuncia que, devido à falta de papel, o Século Cómico passará a ser incorporado na Ilustração Portugueza.

“De vez em quando parece que a Espanha se assusta por nossa causa (…) D’esta vez foi um jornalista do ‘A B C’, o sr. João Pujol que tocou as castanholas do alarme. Porquê? Porque, diz ele ‘junto á linha ferrea de Lisboa a Badajoz e em territorio português concentraram-se pelo menos duas divisões munidas de material de guerra, no acampamento de Tancos… Em menos de tres horas essas forças poderiam estar na fronteira espanhola…’

Poderiam, mas o governo espanhol tem um meio muito simples de fazer que nenhum português ponha os pés em Badajoz: é acabar ali com as touradas. É radical.”