Archive

Tag Archives: casamentos

Ilustração Portugueza, nº472, 1915 - 10

Carregar na imagem para ver em tamanho 992 x 1500.

Foto-reportagem Benoliel sobre um casamento judaico.

Ilustração Portugueza, nº472, 1915 - 11

Carregar na imagem para ver em tamanho 992 x 1500.

Artigo sobre as inovações no ballet russo. Nas imagens, os bailarinos Vera Fokina e Thamar Karsavina.

“Já não lhe satisfaz a dança de feição mais ou menos hieratica, nem os bailes populares, nem os bailados que aliviam os quadros mais pungentes das operas. Toda a sua atenção converge para a dança-drama, cujo genero se está expandindo extraordinariamente.

E, para isso, a Russia, comquanto se sirva muito das tradições do Caucasso e do Oriente, vae sobretudo beber ás copiosissimas e inexgotaveis fontes gregas.”

Modas e Bordados, No. 1617, February 1943 - 6

Carregar na imagem para ver em tamanho 1016 x 1488. Via T do blogue Dias que Voam.

Criações de Fernando Bento, em exclusivo para a revista.

“Êste ano acentua-se a originalidade dos chapéus, alguns dos quais nos recordam tempos idos. Muito trabalhados e fantasiosos, são confeccionados em veludo ou pano, por vezes profusamente guarnecidos com plumas, reservando-se o clássico feltro apenas para as ‘toilettes’ mais práticas ou desportivas.”

Modas e Bordados, No. 1617, February 1943 - 7

Carregar na imagem para ver em tamanho 1016 x 1472. Via T do blogue Dias que Voam.

Criações de Fernando Bento, em exclusivo para a revista.

“Pede-nos ‘Uma noiva’ a publicação de algumas peças de roupas interiores para o seu enxoval. O nosso desenhador imaginou os modelos, que vemos nesta página, e que aliam uma requintada elegancia a uma simplicidade de linhas incontestável. (…)

Nesta página, encontra-se também o desenho que constitute o motivo do bordado que guarnece todos estes modelos.”

Modas e Bordados, No. 1617, February 1943 - 4

Carregar na imagem para ver em tamanho 995 x 1470. Via T do blogue Dias que Voam.

Artigos escritos e enviados pelas leitoras residentes nas colónias africanas.

“A experiência que os nossos maiores colheram, nunca a devemos desprezar e, se a não podemos aproveitar na íntegra, pela transformação que o dia a dia opera na vida, é-nos fácil adaptá-la, com as variantes necessárias, às exigências dos nossos dias.

Vem isto a propósito da sugestão que a leitura de Serpa Pinto nos ofereceu há dias. Levados pelo seu livro ‘Como eu atravessei a África’, fomos parar às margens do Cubango, onde, nas planícies marginiais, pastavam bandos de songues e nas florestas virgens que as precediam era preciso abrir passagem por estreitos caminhos de feras, à custa do machado e à fôrça de pulso.”

Modas e Bordados, No. 1617, February 1943 - 5

Carregar na imagem para ver em tamanho 975 x 1480.

“Quando a Tarde Vem Descendo…”, novela de Odette Passos Saint-Maurice.

O casamento de Silvina Henriques Simões, e de João Alves de Freitas.

Modas e Bordados, No. 1617, February 1943 - 5a

Carregar na imagem para ver em tamanho 962 x 774.

Século Ilustrado, No. 935, December 3 1955 - 22

Carregar na imagem para ver em tamanho 1107 x 1533.

Três casamentos da alta sociedade.

Publicidade aos vermouths Cinzano.

Século Ilustrado, No. 935, December 3 1955 - 22a

Carregar na imagem para ver em tamanho 790 x 912.

Século Ilustrado, No. 935, December 3 1955 - 23

Carregar na imagem para ver em tamanho 1110 x 1539.

Biografia da cortesã Alphonsine Plessis, em quem a figura literária Dama das Camélias foi inspirada.

“Não se sabe que espécie de experiências Alphonsine atravessou para passar de modista e amante de estudantes a um nível mais elevado, tornando-se a amante de titulares e homens ricos. Em 1841, quer dizer, com 17 anos, Alphonsine era, com grande escândalo de Paris elegante, a amante do duque de Guise, um dos mais ilustres herdeiros da França, belo, rico e desmiolado. (…) Alphonsine, que tinha transformado o seu nome em Maria Duplessis, era uma linda rapariga, talvez um pouco magra, mas dotada duma elegância natural, possuindo uma arte suprema para vestir, um andar majestoso e uma expressão de melancólica reserva.”

Século Ilustrado, No. 935, December 3 1955 - 16

Carregar na imagem para ver em tamanho 1092 x 1539.

O italiano Adolfo Consolini, atleta lançador de disco, apaixonado pelo cinema e pelo acordeão.

“Quando muitos já o julgavam ‘acabado’, Consolini voltou a justificar a sua candidatura para representar a Itália nos próximos Jogos Olímpicos de Melburna.”

Século Ilustrado, No. 935, December 3 1955 - 17

Carregar na imagem para ver em tamanho 1098 x 1566.

Uma praga de gafanhotos vindos da Líbia ataca o Egipto.

A cientista italiana Inês Marini, a primeira mulher a ser contagiada pela radioactividade no exercício da sua profissão, e o noivo Enzo Boletti, podem finalmente casar após 18 anos de espera, quando este foi libertado da prisão na Rússia.

O casamento do xeique Andullah Jaber Sabbath, ministro da Instrução do Kuwait, e Leila Abdulkader Morhibi, de uma família nobre libanesa.

Ilustração, No. 109, July 1 1930 - 16

Carregar na imagem para ver em tamanho 1844 x 2532.

Fotos L. Fernando Silva e Orrios.

O cardeal patriarca de Lisboa celebra a cerimónia da Primeira Comunhão dos alunos do Colégio Vasco da Gama.

Em Madrid, homenageia-se a memória do músico Ruperto Chapi depondo uma corôa de flores no seu monumento.

Dá-se o Congresso Feminsta de Viena – na foto, Sigmani e Wilson, do Canadá, Lady Aberdeen da Inglaterra, a presidente do congresso, a secretária Sanford, a indiana Patel, e um grupo de delegadas da Letónia e da Transilvânia, envergando os seus trajes regionais.

No Brasil, o Graf Zeppelin chega vindo da Europa, e acaba por aterrar no campo do Jiquiá, no Recife.

O rei Alberto da Bélgica preside à cerimónia de inauguração do Albert-Kanal, que liga Antuérpia a Lieja, pago com as reparações alemãs.

O campeão do mundo de xadrez, Alechin, joga contra 35 xadrezistas em simultâneo – ganha 21 partidas, empata 9 e perde 5.

Ilustração, No. 109, July 1 1930 - 17

Carregar na imagem para ver em tamanho 1800 x 2565.

Fotos Ilustração e Álvaro Martins.

O reitor da Universidade do Porto, Mendes Correia, é agraciado com a Grã-Cruz da Instrução. É inaugurada a messe do pessoal da Contabilidade da Companhia Portuguesa dos Petróleos Atlantic, em Cabo Ruivo.

Senhoras da sociedade elegante do Porto representam a opereta “O Sonho dos Barrigas”, a favor do asilo de crianças de São Diniz. Um grupo de senhoras de Gaia (Porto) realizam um peditório em favor a Misericórdia da vila.

O casamento de Deolinda Baptista Mendes e José Octávio Rodrigues Vaz, em São Sebastião da Pedreira. O funeral do aviador Óscar Monteiro Torres.

Ilustração, No. 109, July 1 1930 - 17a

Ilustração, No. 109, July 1 1930 - 14

Carregar na imagem para ver em tamanho 1812 x 2538.

Fotos Serra Ribeiro, Ilustração, e San Payo.

O casamento de Maria Carlota da Câmara de Saldanha de Oliveira e Sousa e de Tomás de Atouguia Ferreira Pinto Basto. O jornalista Jaime de Balsemão publica “O Livro profano”.

Jovens da alta sociedade numa festa dada em casa dos Condes da Louzã. O professor Fidelino de Figueiredo dá uma conferência na Sociedade de Geografia. Na foto, pousa com o ministro da Marinha e outras individualidades da Comissão de Propaganda da Marinha.

As poetisas Beatriz Arnut publicam “Chorando”; e Oliva Guerra (que é igualmente musicista e concertista) o volume de prosas de arte “Evocações”.

O jornalista Armando Ribeiro, autor do êxito “Gente Desaparecida”. O jornalista Carlos Santos publica o livro “Como eu vi a Itália”, no seguimento de outros livros de viagens, sobre a Rússia, a França, e a Espanha.

Ilustração, No. 109, July 1 1930 - 15

Carregar na imagem para ver em tamanho 1816 x 2552.

Carlos II da Roménia causou tal escândalo com os seus sucessivos casamentos e divórcios que acabou por abdicar do trono a favor do seu filho Miguel, seu filho com Helena da Grécia e Dinamarca. Mas em 1930, inesperadamente, decidiu voltar e recuperar o trono.

Nas imagens Orrios: o rei-menino Miguel da Roménia, a rainha-mãe Helena da Grécia, o príncipe Nicolau, regente e tio do rei, aguardam o ex-rei Carlos; o rei Carlos recebendo as aclamações dos seus partidários; a rainha Maria (mãe de Carlos e avó de Miguel), que foi artista, escritora, argumentista de filmes, e poetisa; Helena da Grécia, que pediu o divórcio em 1928; uma fotografia de Carlos quando o governo britânico o convidou a saír do seu território; a primeira mulher do rei, Joana Maria Valentina Lambrino (conhecida como Zizi), e o filho de ambos, Mircea Gregor Carol Lambrino; e estudantes que participaram nos desfiles de homenagem ao rei reposto, tocando música e fazendo a saudação fascista.

Ilustração Portugueza, No. 470, February 22 1915 - 31

Carregar na imagem para ver em tamanho 1540 x 2294.

O obituário, com destaque para a morte do actor João Gil.

Nas novidades literárias, António de Oliveira publica a peça-poema “Paz Bendita”, sobre a guerra na Europa, que foi levada à cena em Bragança numa récita em benefício da Cruz Vermelha; e Mota Cabral prepara um novo livro de versos, “Poentes de Ideal”.

O casamento de Ester Gil Duarte e João Vicente Sampaio, gravador da oficina de fotogravura da Ilustração Portuguesa (foto Benoliel).

Ilustração Portugueza, No. 470, February 22 1915 - 32

Carregar na imagem para ver em tamanho 1542 x 2309.

No teatro, passava “Amor à Antiga”, de Augusto de Castro, uma reprise no Teatro Nacional.

Nas ilustrações de Hipólito Colomb, os actores: Joaquim Costa, Albertina de Oliveira, Lucinda do Carmo, Augusto de Melo, e Inácio Peixoto.

Ilustração Portugueza, No. 470, February 22 1915 - 32b

Ilustração Portugueza, No. 470, February 22 1915 - 32a

Século Ilustrado, No. 543, May 29 1948 - 12

Carregar na imagem para ver em tamanho 1110 x 1554.

Publicidade ao filme “Serra Brava”, de Armando Miranda.

Século Ilustrado, No. 543, May 29 1948 - 13

Carregar na imagem para ver em tamanho 1125 x 1551.

Dá-se o quarto sarau da série de conferências “O Lirismo em Portugal”, organizado pelo Século. António Salgado Júnior dá uma conferência sobre “As origens e o espírito da lírica renascentista”, ilustrada por Alves da Cunha, Eunice Muñoz, e Virgílio Macieira.

Nas imagens: o público no salão de honra de O Século, o orador principal, e os actores.

O casamento de Jacqueline de Sá Mouton Osório e Joaquim Nascimento Lobato.

O passatempo Veja se acerta.

“Daremos aqui apenas uma pálida ideia do brilhante trabalho do sr. dr. Salgado Júnior, por escassez de espaço. Desenvolveu, por exemplo, os seguintes pontos essenciais: o lirismo da Renascença, segundo Petrarca, e a maneira como o poeta se confessou; e este vate e Marco Polo, dois humanistas, ambos precursores do Renascimento, ambos construtores da ideia da diversidade do homem e do humano sobre a terra.”

Século Ilustrado, No. 538, April 24 1948 - 18

Carregar na imagem para ver em tamanho 1110 x 1554.

As actualidades.

500 crianças austríacas refugiadas chegam a bordo do I. I. Sister, para serem hospedadas em vários lares em Portugal.

O industrial americano Andrew Wells Robertson visita Lisboa.

Dá-se uma festa de despedida dos pescadores de bacalhau no Casino Peninsular, na Figueira da Foz, onde actuou o grupo de Variedades Figueirense.

O casamento de Maria Lucinda Raquel de Sousa Fernandes e do industrial Evaristo Santos, na igreja do Santíssimo Sacramento do Porto.

Publicidade aos Porto Borges.

Século Ilustrado, No. 538, April 24 1948 - 19

Carregar na imagem para ver em tamanho 1119 x 1545.

“Aqueles olhos… não viam”, conto de Torres Marques, ilustrado por Domingos Saraiva.