Archive

Monthly Archives: Abril 2015

Ilustração Portugueza, No. 458, November 30 1914 - 13

Carregar na imagem para ver em tamanho 984 x 1500.

A guerra na Europa. Nas imagens M. Branger: o rei da Bélgica conversa com um general francês na praça do Mercado em Turnes, e prisioneiros alemães são conduzidos pela cavalaria argelina en Turnes.

“NO conflito continua cada vez mais pavoroso. As primeiras chuvas e as primeiras neves do inverno não fizeram arrefecer esse ardor com que se combate de lado a lado. Vão dificultando, é verdade, as operações, mas estas continuam, apezar de tudo, ceifando muitas vidas e semeando ruinas.”

Ilustração Portugueza, No. 458, November 30 1914 - 12

Carregar na imagem para ver em tamanho 1500 x 996.

O Século recolhe entre os seus assinantes uma nova remessa de mantimentos, a serem enviados aos soldados portugueses combatentes na guerra.

Na foto Joshua Benoliel: José da Graça e a sua mulher, o ministro da França, a mulher do primeiro secretário da legação de França, o presidente do comité anglo-franco-belga Robert Nizart, e o secretário da legação francesa Montille.

Ao Largo, Nº 270, Maio 1964 - 17

Revista amavelmente cedida por Margarida Marques. Carregar na imagem para ver em tamanho 900 x 993.

“Nós divertimo-nos e eles correm perigo”, artigo de Maria do Carmo Galiano Tacanho, sobre os riscos corridos pelos artistas da sétima arte durante as filmagens.

Nas fotos: os actores americanos Maureen O’Sullivan e John Weissmuller no filme “Tarzan”, e o actor francês Jean Marais.

“No caso de Jean Marais poder-se-ia dizer até que ele decretou passar a vida a iludir a morte.

Em ‘Orfeu’ saltou dum muro de cinco metros; em ‘O Capitão’ escalou uma torre, a pulso, enfrentando o perigo duma queda; em ‘Os Mistérios de Paris’ foi obrigado a saltar do telhado duma casa em chamas.

Por tudo isto, não devemos ver apenas em Jean Marais um artista de primeiro plano, mas um homem que, não sendo jovem, faz ‘milagres’ com a sua força física, absolutamente consciente do seu dever profissional.”

Ilustração Portugueza, No. 458, November 30 1914 - 11

Carregar na imagem para ver em tamanho 991 x 1500.

O Século recolhe entre os seus assinantes uma nova remessa de mantimentos, a serem enviados aos soldados portugueses combatentes na guerra.

Nas imagens de Joshua Benoliel, a exposição desses artigos, no salão da Ilustração Portugueza.

“A terceira remessa de socorros para os feridos da guerra, feita pelo Seculo, pôde dizer-se ainda mais importante que as duas primeiras. São mais de 8:000 peças que a constituem. Abundam os agasalhos. Nem podia deixar de ser n’esta quadra de frio em que entrámos. Mantas de lã, ceroulas e camisolas de flanela e de malha, todas fortes e predominando a lã, coletes encorpados de malha, sapatos de trança e alpergatas, meias de lã, toalhas, tudo isto do melhor que produz a industria nacional, ligaduras e ataduras, talhadas segundo os melhores modelos hospitalares, formam um monte consideravel de objetos utilissimos que não tardarão a ser distribuidos pelos pobres feridos, sem distinção de nacionalidades.”

Ilustração Portugueza, No. 458, November 30 1914 - 10

Carregar na imagem para ver em tamanho 1540 x 2310.

Wenceslau Brás é eleito presidente do Brasil.

Nas novidades literárias, o jornalista Campos Lima publica “O Estado e a Revolução do Direito” e “Carácter Jurídico da Operação de Recrutamento dos Funcionários Públicos”, pela Editora Bertrand; e o poeta Melo Cabral o livro de versos “Noite de Sonhos”.

No mosteiro de Leça de Bailio dá-se uma festa de confraternização dedicada aos artistas italianos Vicenzo Belleza e Eurico Pazzi (ao centro na foto, Magalhães Lima).

Ao Largo, Nº 270, Maio 1964 - 14

Revista amavelmente cedida por Margarida Marques. Carregar na imagem para ver em tamanho 800 x 888.

“Coisas do nosso tempo”: a cantora italiana Gigliola Cinquetti ganha o Prémio Internacional da Canção; Don Juan Carlos e a princesa Sofia da Grécia; em Inglaterra, a moda dos cabelos compridos entre os homens diminui as receitas dos barbeiros; e na Alemanha está na moda os homens terem um pequeno espelho na ponta da gravata.